Educação de filhos

Sua filha possui a centelha?

A motivação que inspira, a ação que fortifica.

Entre os 10 e os 14 anos, a tarefa das meninas é aprofundar-se na própria constituição, e existem muitos meios de fazer isso. O primeiro e mais fácil chama-se “spark”, denominação criada pelo dr. Peter Benson, que se pode traduzir por “centelha”.

Peter Benson, um dos maiores especialistas do mundo em adolescência, defendeu, em seus últimos anos de vida, uma ideia que acreditava ser capaz de transformar a qualidade da vida pessoal e escolar dos jovens: a ideia de que todos possuímos spark – o interesse que inspira, a atividade que energiza.

E a sua filha?

A sua filha possui a centelha? Você sabe qual é? A centelha está acesa ou quase apagada? O que seria preciso para que ela brilhasse realmente?

A estratégia para que a sua filha se encontre e comece a desabrochar como pessoa, entre os 10 e os 14 anos (ou antes), pode ser bastante simples. Basta perguntar a ela: “O que você realmente gosta de fazer? Como posso ajudar? Quais são os obstáculos que podem ser superados com a minha ajuda? O que mais precisamos providenciar (na escola ou na comunidade) para conseguir isso?”

Para ajudar os pais, Benson classificou as centelhas em três tipos:

1. Habilidade ou talento

Desenhar, escrever, praticar esportes, dançar, fazer música. A criança é naturalmente boa na área e pratica a atividade com muito prazer.

2. Compromisso

Proteger a natureza, lutar por justiça social. A criança encontra força na própria atividade.

3. Traço de caráter

Empatia, por exemplo: ser a pessoa que os outros procuram para desabafar; ou coragem: assumir a liderança nas reivindicações. Sempre que acontece alguma coisa, você sabe que a sua criança está à frente!


Segundo Benson, cabe aos pais confirmar e alimentar a centelha. “Ao descobrir a centelha de uma criança, diga isso a ela, ponha-se à disposição e agradeça. Em quase todos os casos, trata-se de uma característica positiva, bela e útil para o mundo.”

É claro que a descoberta da centelha representa apenas o início de um trabalho sério para os pais. E poderia haver tarefa mais proveitosa?

Leia mais em Criando Meninas.

Referências: filha, mãe, menina, pai, talento, sua filha possui alguma centelha